8.4.10

mingo.

















O que trama isto tudo é que não consigo pensar,
devo muito à inteligência e sou um poço de cansaço.
Nesse capítulo, nada de novo: muita gente
a fazer barulho e um enorme declive
e todos cá em baixo sem forças para subir.

Depois é a grande espera, o silêncio dos que duvidam,
não sei se durma não sei se grite,
e uma solidão maior que a do cão estrangeiro.

Domingo: mulheres que tropeçam no asfalto
porque não souberam esperar.
Domingo: muitas casas mudas, muitas ruas mudas.
Domingo: não sei quem são os que me olham.
Domingo: amanhã será por mim, sossega.

O que dá cabo disto tudo é não saber para onde ir a seguir,
por muito que suba,
ainda que fale alemão.

Aconcheguemo-nos, conhecidos e desconhecidos, cabemos todos
e viagem não assim tão grande.

Subamos enquanto os homens que gritam
são uma ameaça com pássaros
aos homens que dormem.
Subamos o domingo: a escadaria dos que ficam lá no fundo.

9 comentários:

  1. genial!
    seu blog é esplêndido...

    ResponderEliminar
  2. http://dcosmo.blogspot.com/ - Constantes reflexões, Rumo a novos pensamentos! "Cosmo a Pé"

    ResponderEliminar
  3. Sempre que passo por cá a palavra que mais utilizo para classificar os teus texto e a palavra "Fantástico" porque leio, releio e volto a reler vezes sem conta e tudo continua simplesmente Fantástico.

    Abraço Enorme..

    ResponderEliminar
  4. Domingo é um dia à parte...
    não é?
    Parece que no domingo tudo silencia...todos se calam...tudo e todos passeam vagarosamente...
    beijos
    Leca

    ResponderEliminar
  5. ´´EH VERDADE LECA
    NO DOMINGOOO KII TODOS DIZEM SER DIVERSÃO NAUM PAREÇE
    SER SÓ DIVERSÃO PQ TUDO SILÊNCIOSO, TUDO MUITOOO KIETO II O SADABO ÉH BEIN + AGITADOOO :D
    Amei esse blog, gostei mesmooo
    Interessante
    Há estou seguindoo viuh
    ameiii
    Visitem o meu tbm:
    Deisi-leal.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Ao clicar em "Próximo blog", pulamos no abismo. Mas, oh, que sorte! É um abismo de palavras. Nem sempre perdidas - antes, buscando serem achadas, feito diamantes no lodo dos rios submersos. Cá do outro lado do Atlântico, escondido entre a amazônida floresta, há irmãos de sina, vates longe dos grandes eixos. Belos como o som dos sinos na manhã benfazeja, teus textos emprestam sentido em tudo que a veia da tua verve jorra. Parabéns e um grande abraço tropicano...

    ResponderEliminar
  7. Seu blog está lindinho demais!! Parabéns! Sempre é um gosto ver espacos criativos e interessantes!!!
    Se quiser passar pelo meu recanto, geyme.blogspot.com

    Aquele beijo!!!

    ResponderEliminar
  8. Obrigado a todos pela visita e pelas palavras deixadas. Abraço emocionado.

    ResponderEliminar