16.5.06

am Opernring




















autorizar a madeira a arder até ao caruncho, fortalecer o passeio que rebente o engarrafamento das vidas, fulminante ceifada que lhes carbonize a fome. desbloquear as deixas do sonho, afogar os copos em silêncio. abraça-te em mim até as pontes falarem, tatuarem uma árvore na rosa-dos-ventos. encimentar a chama dos rios.

* Det syke barn, Edvard Munch

6 comentários:

  1. Sou uma visitante assídua deste espaço... De cada vez, surpresa e encanto. Não pares de escrever nunca... tens futuro, jovem! :p

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. A meditar...

    Abraço

    (Amanhã, afogaremos as saudades em múltiplos copos de cerveja)

    ResponderEliminar
  3. Here are some links that I believe will be interested

    ResponderEliminar
  4. Great site loved it alot, will come back and visit again.
    »

    ResponderEliminar
  5. I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
    »

    ResponderEliminar